O grupo é liderado pelos professores Ubiratã Soares Jacobi e Sonia Marisa Hefler. As linhas de pesquisa são anatomia vegetal, arqueobotânica, epifitismo vascular, etnobotânica, fisiologia vegetal, ecofisiologia, fitossociologia, florística, taxonomia, fungos liquenizados, herbivoria, conservação, restauração ambiental, sistemática vegetal.

Partindo da premissa de que o conhecimento da flora é o primeiro passo para subsidiar pesquisas, planejamento e execução de políticas de aproveitamento, gerenciamento e/ou manejo ambiental, a equipe do Hurg vem desenvolvendo trabalhos de coleta e identificação da vegetação do município do Rio Grande/RS, desde 1980. O herbário foi indexado oficialmente em 1982 no "Index Herbariorum" do New York Botanical Garden - USA, com a sigla Hurg. O acervo do Hurg conta atualmente com aproximadamente 8000 espécimes secos, catalogados. Destacam-se aí plantas do ecossistema costeiro de interesse medicinal, ameaçadas de extinção, especialmente aquelas encontradas no município de Rio Grande. O registro da flora e da vegetação do sul do Estado do Rio Grande do Sul é uma das formas de contribuir para preservação desses recursos. O Hurg é depositário de material testemunho utilizado em estudos, teses e outros trabalhos realizados com vegetação da região, e presta assessoria técnica, científica para a comunidade em geral. Além disso, o grupo de pesquisa do Hurg desenvolve estudos em diferentes linhas de pesquisa.

Figuras 1 e 2. Herbário da Universidade do Rio Gande – HURG

 

Mais informações: Espelho do Grupo

www.diversidadevegetal@furg.br